RADIO IPB

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Presos pastor e esposa que levaram filhos à morte por espancamento


Presos pastor e esposa que levaram filhos à morte por espancamento

Três crianças foram mortas na Coréia do Sul após serem presas e espancadas. Os autores do crime foram seus próprios pais, um pastor de uma igreja localizada em um vilarejo ao sul do país e sua esposa, que foram presos e confessaram ter cometido atos de crueldade contra os filhos “para livrá-los de maus espíritos”, que, segundo eles, seriam a causa de um resfriado nas crianças.
Após terem sido trancadas e suas cabeças raspadas, para expulsar os espíritos malignos,  as três crianças, de cinco, oito e dez anos, foram amarradas e espancadas com cintos e mata-moscas, segundo a polícia, 39 vezes no período da manhã e mais 39 vezes no período da tarde. Ainda de acordo com o depoimento do pastor, ele e a esposa teriam agido “de acordo com as escrituras”.
Segundo informações da polícia, a causa da morte ainda não foi definida, mas, há suspeita e de que as crianças tenham morrido durante o período em que foram submetidas à violência, quando devido à enfermidade, seus sistemas imunológicos estavam fracos, o que contribuiu para que elas não resistissem às agressões.
De acordo com a imprensa sul-coreana, o casal cuidava de uma congregação com dez membros, porém, a igreja era ilegal e não possuía registro e teria sido fundada pelo próprio pastor.
Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário