RADIO IPB

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Igrejas são invadidas no Cazaquistão





Igrejas são invadidas no Cazaquistão por pregar o evangelho 

 Aleksei Asetov foi multado em quase 3300 dólares - um salário médio local estimado para 18 meses de trabalho - porque liderava uma igreja não registrada em sua casa, na região de Pavlodar.A propriedade foi invadida por dois membros da força policial da região. Eles levaram a literatura cristã que estava na casa de Aleksei.
  Em 19 de janeiro, uma queixa foi instaurada contra Aleksei com base na  nova legislação que está em vigor no país. Ele foi considerado culpado no dia 8 de fevereiro e acusado de “realizar atividade religiosa proibida”.Aleksei é o quarto cristão que foi multado segundo os termos da nova Constituição cazaque que foi alterada em outubro de 2011.
  Outra igreja no norte do Cazaquistão foi invadida por duas vezes pelo departamento de polícia e por funcionários da Agência de Assuntos Religiosos (ARA). Eles confiscaram livros, DVDs e exemplares do Novo Testamento. Os funcionários da igreja disseram que o templo demorou duas semanas para ser reaberto e voltar a suas atividades normais.O chefe do departamento policial da região disse que as igrejas estão sendo invadidas porque elas estão “violando a Lei da Religião do país, que proíbe a distribuição de material religioso sem prévia autorização do governo”.
  Ore pelos cristãos cazaques e por essa nova constituição que restringe ainda mais a liberdade deles em poder servir a Deus no país. Ore para que Deus dê força e sabedoria para enfrentar essa situação da melhor forma possível.




Fonte: Portas Abertas

Nenhum comentário:

Postar um comentário