RADIO IPB

domingo, 15 de maio de 2011

O perigo dos anseios mundanos

Outra caiu no meio dos espinhos; e estes, ao crescerem com ela, a sufocaram. — Lucas 8.7
Nosso Senhor nos adverte que o coração de muitos ouvintes da Palavra é como o terreno espinhoso. A semente da Palavra semeada nele fica sufocada pela multidão dos outros cuidados que ocupam suas afeições.

Esses ouvintes não se opõem às doutrinas e exigências do evangelho; até desejam crer nelas e obedecê-las. Todavia, permitem que as coisas terrenas tomem posse da mente, não deixando nenhum espaço à Palavra de Deus, para que ela faça seu trabalho. Disso resulta que, não importa quantos sermões ouçam, os tais não parecem melhorar em nada. No seu íntimo, o processo de asfixiar a verdade avança semana após outra. Não produzem frutos de aperfeiçoamento.

Os cuidados desta vida estão entre os maiores perigos que estorvam o caminho do crente. O dinheiro, os prazeres, os empreendimentos terrenos do dia a dia, são incontáveis ciladas armadas para capturarem almas. Milhares de coisas inocentes em si mesmas, se dominadas pelos excessos, são pouco menos do que veneno para a alma e cooperam com o inferno.

O pecado descarado não é a única transgressão que arruína as almas. No seio de nossas famílias e nas solicitudes de nossas vocações lícitas temos de estar em guarda. Se não vigiarmos e orarmos, esses interesses mundanos podem nos roubar o céu e sufocar cada sermão que ouvimos. Poderemos viver e morrer como ouvintes cujo coração é terreno espinhoso.




Autor: J. C. Ryle (1816–1900)
Fonte: Day by day with J. C. Ryle, Eric Russell, Christian Focus, p.347
Tradutor: Marcos Vasconcelos
www.mensreformata.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário